Vazamento de dados afetou 43% das empresas da América Latina em 2019: saiba como evitar

Segurança

Ataques cibernéticos e falhas de segurança colocam em risco informações sigilosas de empresas e clientes. Especialista destaca cuidados na hora da contratação de um data center para PMEs brasileiras garantirem segurança na operação e evitarem vazamento de dados.

Se você preferir, pode ouvir essa matéria completa clicando no Play \o

Quando o assunto é segurança de dados, as pequenas e médias empresas não passam imunes aos ataques. Só em 2019, de acordo com levantamento da empresa de segurança cibernética Kaspersky, 43% das empresas deste porte na América Latina sofreram ataques que resultaram no vazamento de informações.

O número alarmante de vazamento de dados mostra que para estes negócios, a segurança é ainda uma situação crítica. Além do vazamento de conteúdo sigiloso, essa situação pode colocar em risco a credibilidade do negócio, resultando ainda em penalidades com prejuízo financeiro.

Especialista destaca cuidados

Jean Jader Martins, diretor comercial da Global Gate DC, empresa do grupo Bludata especializada em infraestrutura e armazenamento de dados, destaca que a situação evidencia ainda a falta de investimentos neste setor.

“As PMEs muitas vezes possuem estrutura enxuta e optam por armazenar dados em nuvem pública, esquecendo que ainda são responsáveis em garantir a segurança e continuidade do seus negócios e respectivos stakeholders. Nestes ambientes é muito mais comum ocorrer vazamento de dados, se comparado com estruturas privadas, onde a camada de segurança é uma preocupação constante, assim como as infraestruturas “on premises”. Outra questão é a necessidade de investimento constante em processos, sistemas, equipes, certificações e estrutura de suporte e monitoramento 24x7x365”, avalia.

Para o executivo, o fato de grandes empresas e instituições – como o próprio Exército brasileiro e Banco do Brasil (previdência) nas últimas semanas – sofrerem ataques que culminam em vazamento de dados sensíveis, evidencia que para PMEs a situação é ainda mais complexa.

“A privacidade e segurança das informações é algo muito sensível e que exige expertise por parte das empresas. Para evitar esse tipo de problema o mais indicado é a contratação de serviços especializados, empresas certificadas, que cumprem rigorosos requisitos para a oferta do armazenamento de dados, backup e sistemas de recuperação de desastres”, diz.

O que levar em consideração na hora de escolher o fornecedor de armazenamento de dados

Jean lista algumas características que tornam um fornecedor de cloud privada um bom investimento para PMEs que buscam proteger suas informações:

  • Atendimento personalizado: para empresas de pequeno e médio porte, um ponto assertivo é contar com uma equipe para desenhar o projeto de armazenamento, backup, desastres e infraestrutura. como resultado, será possível prever gastos e possível aumento de espaço de armazenamento, bem como ajustes ao longo do projeto;
  • Proximidade: fornecedores brasileiros tendem a ser mais abertos para o atendimento, com estruturas de suporte e monitoramento 24×7. Esse atendimento acompanha toda a entrega de serviços, níveis de SLA de resposta e solução. Tudo isso facilita a resolução de qualquer eventual problema e tranquiliza a PME que nem sempre pode contar com esta estrutura;
  • Certificação de estrutura: existe um ranking internacional que classifica as fornecedoras de cloud privada em tiers. No Brasil, apenas 40 empresas possuem tier III, um dos mais elevados, que garante alto grau de segurança e disponibilidade. Antes de fechar negócio é importante verificar se o fornecedor conta com a certificação;
  • Certificação profissional: as pessoas por trás do suporte dos fornecedores também precisam ser certificadas em inúmeras disciplinas. Desde arquitetos de infraestrutura que trabalham na concepção dos ambientes, quanto engenheiros de cibersegurança, analistas e auditores de segurança de informação.

A Global Gate pode te ajudar nisso: somos especialistas em segurança de dados

Mas lembre-se: o mais importante do que corrigir essas falhas é atuar na prevenção. Portanto, contar com ferramentas que agilizem a detecção das falhas e permita uma rápida solução é melhor caminho.

Que tal dar esse passo agora mesmo? Solicite o contato da nossa equipe para que juntos possamos encontrar a solução ideal pra você!

Envie um comentário